Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Mãe, pai, mano: aqui é bué diferente! Buuuute!

.
Além da flora, Lisboa tem outra coisa realmente diferente da Margem Sul que é a chamada democracia. Não era isto que eu queria dizer... Era mais democracia política. Minto: democracia partidária, é isto. Bom, no fundo. Desde que me conheço que em alturas de votar para a câmara do Seixal só se vêem cartazes de um partido, só se conhece o candidato de um partido, só se vota em um partido, estranhamente há mais do que um quadrado no boletim de voto, mas não interessa, e só ganha um partido: o Partido Comunista. Nunca estranhei este facto, confesso: aquilo (a Margem) tem bandas muito fixes, concertos fixes, bom cinema, boas peças de teatro, bom jazz, boas rotundas, bons supermercados Europa, bons circuitos de manutenção (inclusivamente à beira-rio), suburbanos fixes, gangs fixes e os melhores amigos que se pode ter. Nem nunca estranhei o facto de que todos nós ali do concelho fossemos encaminhados, desde muito pequenos, para as várias festas do Avante e que fosse nessas festas (nomeadamente d.A - depois da Atalaia) que nos fossem proporcionadas experiências bastante boazinhas a nível da maluqueira, fazendo-nos crer que o chamamento "camaradas" e que beber moscatel pela garrafa são factos bonitos. E são, verdade seja dita. Pobrezinhos dos que nunca o fizeram.

Bom, mas isto tudo para dizer que ando bastante entusiasmada com estas eleições agora de Lisboa, com a quantidade de candidatos, a quantidade de informação que temos sobre os candidatos (na medida do possível) e com o debate de ontem (ainda que ninguém tenha mencionado o problema gravíssimo que são os pombos e a altura dos pés-direitos das casas de Alfama). É. Cada vez mais me convenço de que viver em Lisboa é que é. Pena que não se consiga pagar o preço que pedem pelas casas, já agora que se fala nisto.
publicado pela batukada às 15:51
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

E-mail

batukada_ms@hotmail.com

Gira-discos 'sebem

Aprecie o silêncio

Arquivos

Maio 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

blogs SAPO