Quarta-feira, 14 de Setembro de 2005

Textos que daríamos a ler a William Shatner*

.
When I look into your eyes I can see a love restrained. But, darling, when I hold you, don't you know I feel the same, yeah. Because nothing lasts forever and we both know hearts can change. Also, and very important, it's hard to hold a candle in the cold November rain.

We've been through this such a long, long time, just trying to kill the pain. But, in fact, lovers always come and lovers always go, and no one's really sure who's letting go today walking away. Seriously, if we could take the time to lay it on the line I could rest my head just knowing that you were mine, all mine. So, if you want to love me then, darling, don't refrain. Or I'll just end up walking in the cold November rain.

Do you need some time on your own? Do you need some time all alone? Everybody needs some time on their own! Don't you know you need some time all alone? Well, I know it's hard to keep an open heart, when even friends seem out to harm you. But, as far as I'm concerned, if you could heal a broken heart, wouldn't time be out to charm you? Oh...

Sometimes I need some time on my own. Sometimes I need some time all alone. Everybody needs some time on their own. Don't you know you need some time all alone?

And when your fears subside and, also, shadows still remain, oh yeah, I know that you can love me when there's no one left to blame. So never mind the darkness, we still can find a way. Because nothing lasts forever, even cold November rain.

Don't you think that you need somebody? Don't you think that you need someone? Everybody needs somebody, you're not the only one, damn it! You're not the only one!




*Movimento organizado que nasce da ferverosa convicção partilhada por três amigos - Le Fante, Maria das Flores e batukada de Jesus - de que se há alguém que tem de ser severamente sobrevalorizado não é o Antony dos Johnsons, não é a Scarlett Johansson, não são os Arcade Fire, não é o Carlitos, não é o João Pereira, não são os anos oitenta, não é o Chomsky, não é o pudimzinho flã caseiro e não é o Nuno Galopim. Ser a ser sobrevalorizado é só um: William Shatner, e mais nenhum. Por hoje. Amanhã, arranjaremos melhor sobrevalorizado ainda.


publicado pela batukada às 21:30
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

E-mail

batukada_ms@hotmail.com

Gira-discos 'sebem

Aprecie o silêncio

Arquivos

Maio 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

blogs SAPO