Sexta-feira, 30 de Setembro de 2005

Greve sintáctica

Apetecia-me escrever uma coisa linda, mas só com advérbios.
publicado pela batukada às 14:34
link do post | comentar
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2005

Hoje somos três, amanhã seremos infinitos

.
O primeiro movimento interbloguístico de que há memória com o sensacional objectivo de destruir o movimento que sobrevaloriza denominadores como o Antony dos Johnsons, a Scarlett Johansson, os Arcade Fire, o Carlitos, os Keane, o João Pereira (parece que a sobrevalorização deste ser pode ser reconsiderada), os anos oitenta, a Diane Krall, o Chomsky (sem dúvida nenhuma), o pudinzinho flã caseiro, o Sun Ra, o ruibarbo, o Glen Miller, o Pedro Emanuel, a Dra. Uhlenbroek e o Nuno Galopim está aí e em força. Três amigos um dia sentam-se à mesa e, de forma organizada, fazem nascer o mote que, a partir de então, os conduz: a haver alguém a ser sobrevalorizado, será, e desenganem-se de uma vez por todas, o fundamental William Shatner.

Long live Dom Shatner!
publicado pela batukada às 15:19
link do post | comentar
Quarta-feira, 14 de Setembro de 2005

Textos que daríamos a ler a William Shatner*

.
When I look into your eyes I can see a love restrained. But, darling, when I hold you, don't you know I feel the same, yeah. Because nothing lasts forever and we both know hearts can change. Also, and very important, it's hard to hold a candle in the cold November rain.

We've been through this such a long, long time, just trying to kill the pain. But, in fact, lovers always come and lovers always go, and no one's really sure who's letting go today walking away. Seriously, if we could take the time to lay it on the line I could rest my head just knowing that you were mine, all mine. So, if you want to love me then, darling, don't refrain. Or I'll just end up walking in the cold November rain.

Do you need some time on your own? Do you need some time all alone? Everybody needs some time on their own! Don't you know you need some time all alone? Well, I know it's hard to keep an open heart, when even friends seem out to harm you. But, as far as I'm concerned, if you could heal a broken heart, wouldn't time be out to charm you? Oh...

Sometimes I need some time on my own. Sometimes I need some time all alone. Everybody needs some time on their own. Don't you know you need some time all alone?

And when your fears subside and, also, shadows still remain, oh yeah, I know that you can love me when there's no one left to blame. So never mind the darkness, we still can find a way. Because nothing lasts forever, even cold November rain.

Don't you think that you need somebody? Don't you think that you need someone? Everybody needs somebody, you're not the only one, damn it! You're not the only one!




*Movimento organizado que nasce da ferverosa convicção partilhada por três amigos - Le Fante, Maria das Flores e batukada de Jesus - de que se há alguém que tem de ser severamente sobrevalorizado não é o Antony dos Johnsons, não é a Scarlett Johansson, não são os Arcade Fire, não é o Carlitos, não é o João Pereira, não são os anos oitenta, não é o Chomsky, não é o pudimzinho flã caseiro e não é o Nuno Galopim. Ser a ser sobrevalorizado é só um: William Shatner, e mais nenhum. Por hoje. Amanhã, arranjaremos melhor sobrevalorizado ainda.


publicado pela batukada às 21:30
link do post | comentar
Sexta-feira, 9 de Setembro de 2005

Todos os dias são bons dias para se mudar de corte de cabelo

Image hosted by Photobucket.com
publicado pela batukada às 11:45
link do post | comentar

Todos os dias são bons dias para se mudar de corte de cabelo

publicado pela batukada às 10:59
link do post | comentar
Quarta-feira, 7 de Setembro de 2005

Sim, muito melhor

.
You are Kairet Mustapha.  You have a heart full of anxiety and sorrow.  Your husband was the Chief Security Officer for the ex-President of Nigeria.  You have $30 million in an account in Ghana though you can't afford a comfortable meal.  You want to give me 20%.
Which Nigerian spammer are You?


Via Princess Abgy
publicado pela batukada às 16:45
link do post | comentar

Cá está

.
You are .c You have potential, but are often the source of problems and frustration.  One misplaced word and you get stuck in an infinite loop.
Which File Extension are You?


Daqui da .*
publicado pela batukada às 12:54
link do post | comentar

Dois anos de Conversa na Travessa

.
De volta aos sete anos. Naquele dia, o Presidente da República era o General Ramalho Eanes e a camada do ozono praticamente não existia. Naquele dia, o primeiro dia de aulas da minha segunda classe, levei a mochila nova apinhada de um cheirete insuportável a papelaria. Um conjunto de dez lápis de cera, um conjunto de dez lápis de cor, um caderno de papel de lustro, um conjunto de cinco canetas de feltro, um tubo de cola, uma tesoura, três livros de leitura, dois livros de exercícios, um caderno de argolas A4 com a Pantera Cor-de-Rosa na capa, um dossier A4 azul-claro, folhas lisas, folhas pautadas, folhas quadriculadas, uma caneta azul, uma caneta vermelha, uma caneta verde e uma caneta preta exalavam o mais triste dos pivetes. Só de os imaginar ali dentro, às minhas costas, vinham-me à boca pequenos arrotos reeditados.

Tudo aquilo me pesava na escoliose, mas tinha de ser, não fosse faltar alguma coisa logo no primeiro dia em que ia para a escola nova. É que se faltasse alguma coisa logo no primeiro dia em que ia para a escola nova, matava-me a mim e matava os outros todos que estavam à minha volta, precisamente por esta ordem (sentimento que, curiosamente, prevalece em certas e determinadas situações do presente). Matá-los-ia a todos ao pontapé, pela minha saúde.

Posso dizer, sem hesitar, que este foi um dos piores dias da minha vida: a angústia subia-me entranhas acima e as lágrimas desciam-me pescoço abaixo como se não houvesse anteontem. Até gritei, parece-me. Senti uma vontade de ir para casa abraçar os meus como, se calhar, nunca mais voltei a sentir. Berrei várias vezes ao tempo, cabrão, que acelerasse o passo, que chegasse ao fim mais rápido nesse dia. E aqui é que é: o cabrão não acelerou.

Pois agora, meu filho, aceleras que te lixas. Agora andas aí na linha, meu palhaço. Agora tens uma potência de 261 kW às 6600 rpm. 325 cavalos, meu filho. Sim, sim, tu, meu palhaço. Só para ti: dois anos de Conversa na Travessa, e dá a sensação que ainda ontem estava a berrar agarrada à velha que morava à minha frente, feita parvinha, na merda do pátio principal da escola primária, com toda a gente a olhar para mim. ENGOLE! Ah, ah, mais, meu grande deficiente: dois anos de Conversa na Travessa e parece que ainda ontem andávamos todos a jogar à Cabra Cega porque não havia computadores em casa para entreter. TOOOOOMA!

publicado pela batukada às 10:45
link do post | comentar
Quinta-feira, 1 de Setembro de 2005

Mas, Caracol, apercebe-te de uma coisa:

eu às férias agradeci, quê, umas três vezes na vida, se tanto. Agora, à natureza em geral agradeço todos os dias úteis - à excepção das terças-feiras 3, 4, 12 e 15 e das quintas-feiras 31, 9 e 23 - a tua existência. Não é apontamento a ser levado em consideração? Vá, andor daí para fora.
publicado pela batukada às 13:05
link do post | comentar

E-mail

batukada_ms@hotmail.com

Gira-discos 'sebem

Aprecie o silêncio

Arquivos

Maio 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

blogs SAPO