Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2004

Saúde

Desejo a todos muita saudinha.
publicado pela batukada às 13:32
link do post | comentar
Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2004

Desculpe, mas o sotôr usou um argumento. Não usei nada... Está-me a chamar mentiroso?! Repita lá! Us

(Quando um ser humano pacato – eu, em abono da verdade – chega à triste condição de abrir a boca e só lhe sairem reproduções coitadinhas de sketches do Gato Fedorento, que não consegue controlar, mais vale ficar quietinho, no sofá, em posição fetal, com uma mantinha por cima e uns biscoitos de canela ao lado, defronte da televisão, quietinho, e não incomodar ninguém. É que isto pode inclusivamente gerar briguinhas entre familiares, amigos e amantes. É chato. Portanto, é isto mesmo: posição fetal e mantinha. muito quietinha. Até logo.)
publicado pela batukada às 10:46
link do post | comentar
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2004

Let him know it's Christmas time again...





(repeat til fade)
publicado pela batukada às 11:35
link do post | comentar
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2004

Loooove, loooove, loooove

Loooove, loooove, loooove

Loooove, loooove, loooove




There's nothing you can do that can't be done

[Loooove, loooove, loooove]

Nothing you can sing that can't be sung

[Loooove, loooove, loooove]

Nothing you can say but you can learn how to play the game

It's easy



There's nothing you can make that can't be made

[Loooove, loooove, loooove]

No one you can save that can't be saved

[Loooove, loooove, loooove]

Nothing you can do but you can learn how to be in time

It's easy



All you need is love

[paparararaaaaaa!]

All you need is love

[paparararaaaaaa!]

All you need is love, love

Love is all you need



Love is all you need

[Love is all you need]

Love is all you need

[Love is all you need]

Love is all you need

[Love is all you need]

Love is all you need

[Love is all you need]



She loves you, yeaaaaaah yeaaah yeah

loves you yeaaaaah yeaaah yeah!



Declaro aberta a semana do love neste blogue.



publicado pela batukada às 13:34
link do post | comentar
Sábado, 18 de Dezembro de 2004

De bestial a besta





[composição inspirada nas produções artísticas da magnânima e mui amada triciclofeliz]
publicado pela batukada às 18:01
link do post | comentar
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2004

Entretanto, já falta poucochinho

publicado pela batukada às 23:00
link do post | comentar

Hi-Yo, Silver! Away!

O Nuno Prata foi o senhor que entreteve, ontem, com uma viola-baixo e uma guitarrinha – que pouco tempo utilizou –, a plateia, da qual fiz parte, do Fórum Lisboa, que esperava sentada – numas cadeiras grandes, daquelas que mais um bocado e não se pisava, como deve de ser, o chão, mas confortáveis – pelo Josh Rouse. É um tipo de cadeira a dar para o duro, que, à partida, um gajo estranha. Daquelas em que uma pessoa assenta a nalga e antevê o inferno que a espera por cerca de duas ou três horas, dependendo dos encores, e acusa imediatamente de banhada, mas afinal não. A gente até se sente lá bem. Aconteceu-me precisamente a mesma situação este fim-de-semana, mas com um colchão. O colchão parecia tijolo. Não, a sério, alvenaria pura. Uma pessoa deitava-se e pensava "estou lixada com isto; bonito serviço", mas não. Proporcionou uma noite de incrível descanso. Impressionante. Gostei muito do Fórum Lisboa, nesse sentido.



Bom, uma pessoa olha para o Nuno Prata e vê logo que ele só pode ser de bom fundo. Um rapaz magrinho, médio alto, um bocado de barba a mais, todo vestido de preto desbotado ou castanho-escuro comido pelo sol, cabelo comprido, apanhado, muito bem-disposto, com a calorosa pronúncia do norte e por aí fora. Era o rapaz que tocava baixo nos gigantes Ornatos Violeta. Bastante interessante, o Nuno Prata. Bastante interessante até porque foi homenzinho para ali chegar, agarrar, e dar um concerto de viola-baixo, com músicas bastante sugestivas, sob ponto de vista narrativo. E foi rapaz – é que foi - que cumpriu, na perfeição, a sua missão: deixar-nos ali prontos para aplaudir com muita força e ansiedade o Josh Rouse. O Rouse, durante quase todo o gracioso e animado concerto que deu, não parava de olhar para os seus próprios movimentos que deambulavam pelas paredes do Fórum Lisboa, fruto do muito bem esgalhado jogo de luzes que por ali andava. Pudera, aquilo estava muito bom. Tive, inclusivamente, a oportunidade, quando tudo tinha já acabado, de lhe dizer pessoalmente, lá no café do Fórum, “nice concert, Josh”, ao que ele agradeceu. Verdade. Uma bela noite, a de ontem.



Quem eu também gostava muito de conhecer era o Pharrell.



publicado pela batukada às 22:19
link do post | comentar
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

...

Duas palavras e uma preposição para todos os que, inclusivamente na margem sul, sentiram o sismo de ontem, logo a seguir ao almoço: cambada de sensiveizinhos.

publicado pela batukada às 14:55
link do post | comentar
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2004

Interlúdio (cá está, e em inglês)

I'm on fucking vacations, motherfucker. Yeah!





mas a luta, essa, continua.

publicado pela batukada às 20:51
link do post | comentar

Agora é que é: antes do interlúdio

Acabou-se a esbórnia divulgadora neste blogue.

publicado pela batukada às 20:47
link do post | comentar

Antes do interlúdio, o amor fraternal

Praticamente tudo o que sei – e recuperando um busílis que por aqui havia deixado há tempos –, devo ao meu irmão. O meu irmão, por sua vez, deve o seu talento não sei bem a quem, mas decidiu mostrá-lo, e ainda mais que bem. Portanto, este é o log, fotolog, deste sangue do meu sangue, deste que me roubava torradas prontas a serem comidas, deste que joga melhor à bola que quase todos, deste que levou cá de casa a colecção dos Beach Boys, deste meu braço direito, deste meu parte direita inteira, aliás. Fotografias para o menino e para a menina, tudo a partir de uma janela só. Bravô, bro!



publicado pela batukada às 18:45
link do post | comentar
Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2004

Ponto da situação

Por um lado, já de bolsos e conta bancária absolutamente quase semi-vazios, ponho-me a pensar naquilo que realmente me angustia no Natal. Em primeiro lugar, o excesso de gorduras saturadas e a possibilidade do aumento exacerbado dos níveis de colesterol e de ácido urico. Em segundo lugar, o horror, a nojeira total, que é ver as luzinhas da somítica árvore a fundirem uma a uma, como se não houvesse amanhã. Em terceiro lugar, e o mais doloroso de tudo, o facto de oferecer prendas que gostaria de ter para mim. E não consigo deixar de cair nesta esparrela enervante. Sofro muito...



Por outro lado, já quase não semi-tenho dinheiro para gastar. Portanto, siga a emissão. Ah, é verdade, já sabem que, lá para Janeiro, vem cá o malandrão do Kusturica com os seus No Smoking Orchestra? Verdade, verdade.



E... ai, ai, sabiam que acepções como “blogue”, “bloguista” e derivados afins já constam do Grande Dicionário da Língua Portuguesa da Porto-enfia-o-barrete-Editora, de 2004? Verdade, verdade. Ainda que se trate de um assunto delicado, merece destaque. Tão discutível que até ferve.



À simples massa para bolos quatro por quatro pode adicionar-se pedaços de fruta variada e ficamos com uma extraordinária sobremesa. Especial carinho pela pêra, neste ponto.
publicado pela batukada às 16:42
link do post | comentar
Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2004

Introducing papixulo

Got me a movie

I want you to know

Slicing up eyeballs

I want you to know

Girlie so groovy

I want you to know

Don't know about you

But I am un chien Andalusia



I am un chien Andalusia

I am un chien Andalusia



Wanna grow

Up to be

Be a debaser



Debaser



Got me a movie

Ha ha ha hoa

Slicing up eyeballs

Ha ha ha hoa

Girlie so groovie

Ha ha ha hoa

Don't know about you

But I am un chien Andalusia



I am un chien Andalusia



Debaser





Abençoado amigo.

publicado pela batukada às 20:29
link do post | comentar

E-mail

batukada_ms@hotmail.com

Gira-discos 'sebem

Aprecie o silêncio

Arquivos

Maio 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

blogs SAPO